Sob o signo da Honra e da Pátria

by RNPD

null

As Burschenschaften são fraternidades universitárias, com características muito próprias, que se encontram sobretudo espalhadas pelos territórios alemão e austríaco. A primeira foi fundada em Jena, em 1815. Desde a sua fundação foram depositárias e transmissoras de valores de tradição, liberdade e nacionalismo.

Proibidas por Metternisch em 1819 por serem revolucionárias, dissolvidas e transformadas em Kameradschaften (associações de camaradas) pelo regime Nazi em 1935, proibidas, no pós-guerra, pelos aliados na Alemanha Ocidental pelo seu nacionalismo e interditas pelo regime comunista da Alemanha Oriental pelo seu aristocratismo, vítimas, nas décadas de 70 e 80, dos ataques de grupos violentos de extrema-esquerda por serem conservadoras, a história das suas perseguições é também um quadro evocativo do que foram e são.

“Ehre!Freiheit!Vaterland!”, Honra, Liberdade e Pátria, este é o moto que inspira a maior parte destas fraternidades, é a tríade de valores que define o estilo de homem a que ambicionam as Burschenschaften, um homem de coragem física e intelectual, que vive pela palavra dada e pela lealdade à comunidade nacional.

Uma das características que mais celebrizará as Burschenschaften será o seu ritual iniciático, denominado Mensur, um duelo de esgrima disputado de cara descoberta, sem protecção. As cicatrizes daí resultantes, denominadas Schmiss (“sorriso”) constituem motivo de orgulho para os seus portadores, como a marca de um homem de honra!