Efeméride de Fevereiro – Dresden

by RNPD

null
(na foto as pilhas de mortos de Dresden)

Entre 13 e 15 de Feveiro de 1945, a cidade alemã de Dresden, a “Florença do Elba”, cidade de civis e feridos de guerra, sem qualquer relevância militar, seria palco de uma das maiores chacinas da História.

Numa Alemanha já derrotada, uma cidade sem meios para se bater nem nada que defender, viu-lhe reservado, por parte das forças anglo-americanas, um destino muito especial: não só serviria de prova da capacidade bélica “ocidental” face aos soviéticos, como seria o palco da redenção aliada, seria ali que ingleses e americanos lavariam o seu orgulho e dariam liberdade à sua fúria de vingança e de rebaixamento moral do inimigo, numa espécie de delírio dantesco onde tudo seria permitido…e foi!

Em meras 48 horas os aliados ingleses e americanos lançaram sobre a cidade, ininterruptamente, milhares de toneladas de bombas explosivas e incendiárias, submergindo-a num mar de chamas como nunca se vira. As chamas atingiram tal proporção que tornaram o ar irrespirável, e enquanto as pessoas sufocavam a temperatura ascendeu aos 1500º C. As estradas derretiam sobre os pés queimados de quem tentava fugir e os ventos incendiários corriam a velocidades que atingiam os 300 Km/hora.

Aterrorizadas, milhares de pessoas, homens e mulheres, crianças e velhos, mães carregando bebés, corriam caoticamente sem destino…muitos, em chamas, jogavam-se ao rio Elba, mas mesmo aí continuavam a arder até à morte não conseguindo, sequer, apaziguar o seu sofrimento final.

Pouco tempo depois, em Nuremberga, ingleses e americanos (juntamente com russos e franceses) cunhariam a sua superioridade moral e fariam regressar a justiça ao mundo, julgando e condenado em tribunal os criminosos de guerra…alemães, evidentemente.