A ética republicana paga-se cara

by RNPD

null

Seguem-se algumas das rúbricas existentes no Orçamento que acaba de ser publicado em Diário da República.

Caso queiram consultar essa peça na íntegra só terão de ir ao site WWW.dre.pt e acederem ao Diário da República nº 28 – I série, datado de 10 de Fevereiro de 2010 – resolução da Assembleia da República nº 11/2010.

Então deliciem-se:

1 – Vencimento de Deputados: 12 milhões e 349 mil Euros

2 – Ajudas de Custo de Deputados: 2 milhões e 724 mil Euros

3 – Transportes de Deputados: 3 milhões e 869 mil Euros

4 – Deslocações e Estadias: 2 milhões e 363 mil Euros

5 – Assistência Técnica (?): 2 milhões e 948 mil Euros

6 – Outros Trabalhos Especializados (?): 3 milhões e 593 mil Euros ( quais ?…e pagos a quem ? )

7 – Serviço Restaurante,Refeitório,Cafetaria: 961 mil Euros ( Ena ! Não chega à casa dos milhões ! Andam a passar fome… )

8 – Subvenções aos Grupos Parlamentares: 970 mil Euros

9 – Equipamento de Informática: 2 milhões e 110 mil Euros

10 – Outros Investimentos (?): 2 milhões e 420 mil Euros

11 – Edificios: 2 milhões e 686 mil Euros

12 – Transferências Diversas (?): 13 milhões e 506 mil Euros

13 – Subvenção aos Partidos representados na Assembleia da República: 16 milhões e 977 mil Euros

14 – Subvenções estatais para campanhas eleitorais: 73 milhões e 798 mil Euros

Isto são algumas das rúbricas do orçamento da Assembleia da República portuguesa!

Em resumo : no total, a despesa orçamentada para “aquela casinha”, relativamente ao ano 2010, é :

191 405 356, 61 Cêntimos (191 Milhões 405 mil 356 Euros e 61 cêntimos) – Ver Folha 372 do acima identificado Diário da República nº 28 – 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010.

Nos termos do disposto no Artigo 148º da Constituição da República Portuguesa :

“(…) A Assembleia da República tem o mínimo de cento e oitenta deputados e o máximo de duzentos e trinta deputados, nos termos da Lei Eleitoral (…) “.

Eles são quantos? Pois é, 230 que é o número máximo!

Façam-se uma “contitas” e vejam quanto pagamos por cada um daqueles “senhores” : 832.197,20 euros ( 166.840 Contos !)

Por cada uma daquelas eminências !

Correspondência de Alberto Lima