Camisa Velha

by RNPD

Mãe! Vesti uma camisa nova
da velha camisa que vestiu meu Pai
Dizem que a luta é ali na rua…
– Vou ou não vou?!
– Filho, vai!

Dizem para eu ter cautela,
que o inimigo é feroz e desumano
e que foi ele que matou meu Pai…
– Vou ou não vou?!
– Filho, vai!

Ameaçam de punhos fechados
ou empunham foices e martelos
e ai daquele que nas mãos lhes cai…
– Vou ou não vou?!
– Filho, vai!

Vai! com a camisa velha que antes de ti a vestiu teu Pai
e, com, ela vestida, se foi a combater.
Vai! Que as últimas palavras,
camisa vestida, foram para ti:
– Diz ao nosso filho que saiba morrer!

Partiu. Partiu e nunca mais voltou
para estar presente na alvorada que nascia:
morreu por aquilo que lutou,
para que nascesse um novo dia!

O novo dia em que tu vestiste
a camisa nova
da velha camisa que foi de teu Pai…
– Não tenhas medo.
A teu lado vai
a presença do exemplo que te deu teu Pai:
– Meu filho! Veste essa camisa
e vai!

Amândio César