O candidato da Nação

by RNPD

10 Pontos Cardiais

Estas orientações consubstanciam a linha de rumo da candidatura de José Pinto-Coelho à Presidência da República. Constituem, no fundo, um pacto de sangue e solo a firmar entre ele e os Portugueses. Mais do que um simples compromisso, trata-se de um verdadeiro programa de acção.

I – Contribuir para a refundação de Portugal, conduzindo-O do malogro ao milagre, no mais curto prazo de tempo, antes que seja tarde demais. Para tal, discutir todas as questões essenciais e a própria natureza do regime.

II – Pugnar por um sistema simultaneamente tradicional e vanguardista, rejeitando passadismos inúteis e progressismos prejudiciais.

III – Instaurar um projecto político de raiz nacionalista, que nos devolva a faculdade de contemplar o corpo da Pátria em todos e em cada um dos Seus membros, passados, presentes e vindouros.

IV – Promover e desenvolver uma dinâmica social de sentido aristocratizante, tão ampla quanto possível, com vista a criar uma mentalidade colectiva de fundo aristocrático.

V – Defender os valores da Família e da Vida, sem concessões de qualquer espécie.

VI – Fomentar em todos os Portugueses o sentido histórico de pertença à comunidade nacional. As crises, mesmo as financeiras, não se vencem apenas com contas e percentagens, que por natureza são sempre da ordem do transitório e do imediato.

VII – Travar as batalhas da Educação, da Saúde e da Justiça, através de um programa nacionalista com olhos para o futuro.

VIII – Salvaguardar a noção de Nação face à ameaça de morte que sobre ela impende, por via do federalismo desagregador.

IX – Privilegiar sempre a consideração estética e a abordagem cultural do fenómeno político: hoje por hoje, as grandes batalhas ideológicas e políticas vencem-se ou perdem-se culturalmente — e, as mais das vezes, ganham-se ou perdem-se literariamente e por via artística. Para tal, cultivar uma política da beleza e do bom-gosto, com o propósito de combater o culto generalizado da fealdade e da pimbalhice.

X – Criar as condições de existência de um Portugal renovado e inovador, assente nos Seus quase nove séculos de vida, e que de novo imprima a Sua marca na História. Inventámos a navegação contra o vento; inventemos agora a navegação contra a crise.

***

Quero Apoiar!

Campanha Nacional de Recolha de Assinaturas para propor a candidatura de José Pinto-Coelho à Presidência da República

As candidaturas à Presidência da República necessitam de ser propostas por um mínimo de 7.500 eleitores.

Só com a sua ajuda se tornará possível a candidatura de José Pinto-Coelho. Seja proponente da candidatura!

Para o efeito, deve preencher estes dois documentos que se encontram em formato PDF:

Declaração de Propositura
Requerimento de Certidão de Eleitor

Uma vez preenchidos e assinados, pedimos-lhe que os envie para:

Apartado 8076
1804-001 Lisboa

Nota: se não se recordar do seu número de eleitor, pode obtê-lo online consultando a Base de Dados do Recenseamento Eleitoral.