República ou Monarquia?

by RNPD

De cada vez que se aproxima a celebração da implantação da república dividem-se as opiniões entre os defensores desta e os da Monarquia que a antecedeu. Para mim, francamente, é assunto de importância muito relativa, porque me importa menos a forma do regime do que o seu conteúdo valorativo. Não é saber se deve vingar a forma republicana ou a forma monárquica mas que república ou que monarquia se pretende. Se olharmos hoje para o Ocidente encontraremos vários casos de repúblicas e monarquias, mas a verdade é que, no essencial, nada distingue umas de outras. Porque os valores que sustentam essas repúblicas são os mesmos que sustentam aquelas monarquias. De resto, quando as revoluções republicanas se impuseram a maioria das monarquias estavam já numa fase de acentuada degradação, eram regimes de privilegiados com títulos nobiliárquicos obtidos à nascença, sem qualquer necessidade de provarem méritos e sem verdadeiro ethos aristocrático. A república não veio fazer mais do que substituir o que já estava podre. Voltar a implantar a monarquia para quê? Para, em vez de um presidente, ter um rei e uma corte de crentes no dogma do humanitarismo, do igualitarismo e da globalização? Como os que hoje existem no Ocidente? Dispensam-se falsas questões…