“Os jovens brancos converteram-se em negros…”

by RNPD

O famoso historiador britânico David Starkey declarou, no decurso de uma entrevista efectuada na BBC, que o problema é que os brancos se transformaram em negros, no decorrer dos recentes motins e revoltas.

No programa da BBC2 Newsnight, Starkey referiu-se à existência de uma profunda mudança cultural no Reino Unido. Também lembrou, nesse contexto, que o famoso discurso pronunciado em 1968 pelo político Enoch Powell, Rivers of Blood (Rios de Sangue), havia sido premonitório, de maneira parecida, poder-se-ia dizer, à novela “Le Camp des Saints” de Jean Raspail.

A profecia de Enoch Powell “foi totalmente correcta num sentido. Ainda que o Tamisa não se tenha manchado de sangue, as chamas envolveram os bairros de Tottenham e Clapham”, declarou o autor dos recentes documentários do Channel 4 sobre os Tudor .“Mas não era violência intercomunitária. Nisso equivocou-se por completo. O que ocorreu neste motins foi que muitos dos jovens brancos converteram-se em negros”.“Trata-se de um tipo particular de violência, destrutiva, pertencente a uma cultura niilista. O “gangster” dos guetos americanos tornou-se numa moda. E brancos e pretos, rapazes e raparigas, agora agem juntos, dentro dessa linguagem”, acrescentou.

Como era de prever semelhantes declarações incendiaram de imediato as reacções dos bem-pensantes, à espera que outros se lhes juntem.

Starkey, um dos mais famosos colaboradores da BBC, produziu as conhecidas séries “As seis esposas de HenriqueVIII” e “Isabel I de Inglaterra”. Além disso, e como advertência aos bem-pensantes, cabe precisar que sempre defendeu publicamente a sua homossexualidade em vários programas de televisão.

El Manifiesto, 16 de Agosto de 2011